Ovo voltou a ser vilão e causa doenças? Quantos posso comer por dia?

Publicado em: 19/03/2019 08:03

Um estudo publicado neste fim de semana no JAMA (Journal of the American Medical Association) voltou a gerar polêmica sobre o ovo. Segundo a pesquisa, a cada meio ovo consumido por dia (equivalente a três ou quatro unidades por semana) aumenta, em média, em 6% o risco de ter doenças cardiovasculares e em 8% o risco de morte (por qualquer causa). Será que devemos reduzir o consumo do alimento e voltar a tratá-lo como vilão?

Calma! Se você tem uma dieta rica em alimentos naturais e pobre em industrializados não precisa excluir o ovo do cardápio. O cardiologista Bruno Valdigem, do Instituto Dante Pazzanese e do Hospital Albert Einstein, explica que são necessários mais estudos para identificar, de fato, o risco cardiovascular trazido pelo alimento.

Segundo o especialista, trabalhos científicos como esse têm falhas, já que a pessoas relataram o que comeram e não seguiram uma dieta específica sugerida pelos cientistas. No entanto, a pesquisa serve de alerta para pessoas que consomem ovo em quantidades exageradas no dia a dia. Para Marcella Garcez Duarte, nutróloga e diretora da Abran (Associação Brasileira de Nutrologia), no Paraná, é importante notar que o estudo encontrou apenas uma associação e não pode provar que os ovos ou o colesterol causam diretamente doenças cardíacas. Além disso, a pesquisa avaliou as dietas das pessoas em um único ponto no tempo, não explicando as mudanças no cardápio dos voluntários durante a avali.



Qualquer reclamação, dúvida, comentário ou sugestão são bem vindos.

0800-7723010 | (18) 3851-9020 | (18) 99708-1491

Av. 09 de Julho, 683 - Conj.22 - Centro - Tupi Paulista

[email protected]



Todos os direitos reservados - Permitida a reprodução do conteúdo deste portal desde que autorizada.

Precisando de Internet? Conheça a abcRede Telecom.